design-inovacao-negocios-blog_08

Veja por que design e proporção áurea tem tudo a ver

A proporção áurea, também conhecida como o número de ouro, é uma constante algébrica irracional usada na arte e também apoiada pela matemática.

 

Foi criada em homenagem ao escultor Phideas, que teria a utilizado para construir o Parthenon há milhares de anos atrás.

 

 

Mas qual seria a relação dessa equação matemática com o design e a arte?

 

proporcao-aurea-design-valkiria

Desde a antiguidade, a proporção áurea esteve presente nas mais variadas representações da arte: música, pintura, literatura e até no cinema. Mona Lisa, de Leonardo da Vinci e as obras dos compositores Claude Debussy e Ludwig van Beethoven se apropriaram dessa relação de proporcionalidade.

 

O uso do número de ouro era inerente aos mais variados artistas, pois essa constante estava associada à beleza da perfeição. Portanto, tudo criado a partir a proporção áurea, era acompanhado da conotação de algo perfeito, único e belo.

 

No universo do design, esse pensamento não é diferente.

 

Muitos designers, ao desenvolverem uma marca, por exemplo, a enquadram na proporção áurea, buscando a perfeição e o equilíbrio dos elementos.

 

Além disso, toda a marca que se encaixa nessa proporção tende a ser mais agradável aos olhos, transmitindo harmonia e senso estético.

 

Para trazer para a prática, pode-se ilustrar com alguns exemplos:   

 

As circunferências que completam logo da Apple, por exemplo, se encaixam na proporção áurea. O mesmo vale para o da Pepsi. Claramente se nota como a sua criação foi pensando a partir do número de ouro, trazendo harmonia para a logomarca. Por fim, o Twitter. Não foi à toa que o passarinho azul foi desenhado para se encaixar perfeitamente na proporção.

 

Bem provável que ele tenha sido milimetricamente projetado para se encaixar com perfeição.

 

Assim, nota-se como a proporção áurea é um conceito amplamente utilizado no design até os dias de hoje. Por mais que seja uma ciência exata, enraizada na matemática, ela também trouxe fascínio para os artistas, compositores e até mesmo designers. Dessa forma, não é de se surpreender que até mesmo conceitos algébricos podem influenciar positivamente e inspirar um processo criativo.

 

 

 

design-blog-valkiria-thomas-wilms

Post a Comment